Frank Capra

Frank CapraConhecido pelo tom otimista que dominava boa parte de sua filmografia, Frank Capra notabilizou-se como um dos grandes diretores da era clássica de Hollywood. Nascido na Itália, Capra mudou-se para os Estados Unidos aos 6 anos de idade, naturalizando-se norte-americano muitos anos depois. Curiosamente, sua paixão pela terra do Tio Sam foi tão forte que, sem dúvida, ele foi um dos cineastas que melhor captou o espírito norte-americano, transmitindo mensagens positivas que vendiam a imagem do tal “American Way of Life” como poucos.

Reconhecido por outros diretores renomados como John Ford e vencedor de diversos prêmios importantes na carreira, Capra tornou-se um ícone do cinema clássico, registrando muitos filmes marcantes em sua longa carreira. Seus filmes geralmente contavam histórias de homens simples e justos que combatiam uma sociedade corrompida e conseguiam vencer somente através do esforço e da determinação. Assim, ideais americanos como a liberdade e a justiça não são difíceis de encontrar em sua obra, assim como o teor otimista que certamente impulsionou ainda mais seu sucesso numa época pós Grande Depressão, marcada pela crise econômica e na qual as pessoas tanto ansiavam por mensagens positivas.

Mas se apresentava grande preocupação com a temática de seus filmes, Capra também era igualmente rigoroso na hora de escolher projetos, buscando priorizar sempre histórias interessantes que lhe permitissem criar narrativas envolventes. Talvez por isso, ele nunca se destacou pelo aspecto estético, primando sempre pelo conteúdo e pela condução das histórias em detrimento do aspecto visual, que normalmente era bem discreto em seus filmes. Movimentos de câmera estilizados e fotografias rebuscadas são coisas raras na carreira de Capra, mas isto não prejudicava em nada o resultado final de filmes excepcionais como “A Felicidade não se Compra” ou “Aconteceu Naquela Noite”, simplesmente o filme que inaugurou um subgênero da comédia norte-americana conhecido como “Screwball Comedy”, marcado pelo ritmo rápido e pelos diálogos inteligentes e que exerce influência ainda hoje – o longa também foi o primeiro da história do Oscar a vencer os cinco prêmios principais.

Por outro lado, o diretor era extremamente hábil na extração de grandes atuações de seus elencos, demonstrando sensibilidade para conduzir os atores e permitindo que estes desempenhassem muito bem seus papeis. Trabalhando com gente do calibre de James Stewart, Gary Cooper, Clark Gable, Barbara Stanwyck, Donna Reed e Claudette Colbert, Capra raramente decepcionava neste quesito, o que era essencial em filmes que dependiam muito mais dos atores do que do aspecto visual para funcionarem.

Com tantas qualidades, fica mais fácil relevar seu patriotismo exacerbado e a visão quase unidimensional do mundo.

Abaixo você confere a filmografia de Frank Capra:

Longa-metragens

1961 – Pocketful of Miracles (Dama por um dia)

1959 – A Hole in the Head (Os viúvos também sonham)

1951 – Here Comes the Groom (Órfãos da tempestade)

1950 – Riding High (Nada além de um desejo)

1948 – State of the Union (Sua esposa e o mundo)

1946 – It’s a Wonderful Life (A felicidade não se compra)

1944 – Arsenic and Old Lace (Este mundo é um hospício)

1941 – Meet John Doe (Adorável vagabundo)

1939 – Mr. Smith Goes to Washington (A mulher faz o homem)

1938 – You Can’t Take It with You (Do mundo nada se leva)

1937 – Lost Horizon (Horizonte perdido)

1936 – Mr. Deeds Goes to Town (O galante Mr. Deeds)

1934 – Broadway Bill (A vitória será tua)

1934 – It Happened One Night (Aconteceu naquela noite)

1933 – Lady for a Day (Dama por um dia)

1933 – The Bitter Tea of General Yen’ (O último chá do general Yen)

1932 – American Madness (Loucura americana)

1932 – Forbidden (Mulher proibida)

1931 – Platinum Blonde (Loira e sedutora)

1931 – The Miracle Woman (A mulher miraculosa)

1931 – Dirigible (Dirigível)

1930 – Rain or Shine (Chuva ou sol)

1930 – Ladies of Leisure (A flor dos seus sonhos)

1929 – Flight (Nas asas do coração)

1929 – The Donovan Affair (Na trama das paixões)

1929 – The Younger Generation (As duas gerações)

1928 – The Burglar

1928 – The Power of the Press (Mocidade audaciosa)

1928 – Submarine (Submarino)

1928 – Say It with Sables (O que a lei não castiga)

1928 – The Way of the Strong (Os predestinados)

1928 – The Matinee Idol (Esta vida é uma canção)

1928 – So This Is Love? (Defende o teu amor)

1928 – That Certain Thing (O meu segredo)

1927 – For the Love of Mike (O filho da fortuna)

1927 – Long Pants (Pinto Calçudo)

1926 – The Strong Man (O homem forte)

Curta-metragens

1964 – Rendevouz in Space

1922 – Fultah Fisher’s Boarding House (A pensão de Fultah Fisher)

Documentários

1945 – Two Down and One to Go

1945 – Why We Fight: War Comes to America (Por que combatemso: a guerra vem para a América)

1945 – Know Your Enemy: Japan

1945 – Your Job in Germany

1945 – Here is Germany

1944 – Tunisian Victory (Vitória na Tunísia)

1944 – The Negro Soldier (O soldado negro)

1944 – Why We Fight: The Battle of China (Por que combatemos: a batalha da China)

1943 – Why We Fight: The Battle of Russia (Por que combatemos: a Batalha da Rússia)

1943 – Why We Fight: The Battle of Britain (Por que combatemos: a Batalha da Inglaterra)

1943 – Why We Fight: Divide and Conquer (Por que combatemos: divide e vencerás) – não creditado

1943 – Why We Fight: The Nazis Strike (Por que combatemos: os nazistas atacam)

1942 – Why We Fight: Prelude to War (Por que combatemos: prelúdio de guerra)

Filmes para televisão

1958 – The Unchained Goddess

1957 – The Strange Case of the Cosmic Rays

1957 – Hemo the Magnificent

1956 – Our Mr. Sun

Um grande abraço.

A Felicidade Não Se CompraTexto publicado em 19 de Maio de 2013 por Roberto Siqueira

Uma resposta to “Frank Capra”

  1. Semana Frank Capra | Cinema & Debate Says:

    […] de costume, aproveito para lançar a página “Frank Capra”, que você pode acessar na página inicial (lado direito da tela), onde faço uma pequena […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: