COPA DO MUNDO 2010 – GRUPOS G E H

Pra finalizar, o grupo do Brasil e o grupo que definirá nosso adversário nas oitavas-de-final.

GRUPO G (Brasil, Coréia do Norte, Costa do Marfim e Portugal)

Diferente dos últimos três mundiais, desta vez o Brasil terá pela frente um grupo complicado, com uma seleção “incógnita” e duas seleções fortes que podem complicar a vida do time de Dunga. Se por um lado isto pode representar um risco à campanha brasileira em campos sul-africanos, por outro lado uma classificação em primeiro lugar pode elevar ainda mais o moral de um time já acostumado às vitórias e aos títulos.

Convocação à parte (não consigo perdoar Dunga por não levar Paulo Henrique Ganso), a seleção brasileira é sempre favorita numa Copa do Mundo. Ainda mais quando o trabalho é bem feito, como os títulos e a campanha nas eliminatórias comprovam no caso da seleção atual. Com grandes jogadores como Kaká, Luis Fabiano, Maicon e Júlio César, é impossível não apontar a seleção pentacampeã do mundo como favorita. Mas é bom prestar atenção em alguns detalhes. Em primeiro lugar, já ficou evidente que a seleção de Dunga joga muito mais quando é atacada, pois claramente é um time preparado para contra-atacar, com uma defesa muito segura e Kaká, Robinho e Maicon puxando em alta velocidade os contragolpes. Por outro lado, quando enfrenta uma retranca (como Bolívia, Colômbia e Venezuela, nas eliminatórias), o Brasil enfrenta enormes dificuldades, justamente pela falta de um meia de criação (cadê o Ganso Dunga?). Além disso, os principais nomes do elenco, como Kaká e Robinho, claramente não estão vivendo um bom momento, o que pode pesar na campanha brasileira. E aí o risco é enorme, diante de seleções fortes como Portugal e Costa do Marfim, de ficar em segundo lugar da chave e ter um indigesto confronto contra a “melhor seleção do mundo” no momento: a Espanha, de Xavi, Iniesta e Fernando Torres. Mas se conseguir a vaga em primeiro lugar do grupo, o Brasil deve caminhar tranqüilamente até as quartas-de-final e, com base no que já vimos da seleção de Dunga, chegar ao hexa pode ser um sonho mais próximo do que parece hoje.

O que dizer da Coréia do Norte? Até mesmo a lista de jogadores convocados só pôde ser conhecida quando a Fifa divulgou os nomes em seu site oficial. Seleção e país se confundem, o que torna praticamente impossível a missão de conseguir informações do time asiático. Só nos resta torcer para que a Coréia do Norte não seja uma surpresa e confirme em terras sul-africanas o status que tem hoje de pior seleção do grupo. Infelizmente (ou felizmente), caberá a seleção brasileira descobrir a capacidade da seleção coreana na partida de estréia. É esperar pra ver.

Comandada pelo super artilheiro Drogba, do Chelsea (artilheiro do campeonato inglês com 29 gols), a Costa do Marfim tem tudo para comprovar na África do Sul a fama de melhor seleção do continente que ganhou nos últimos anos. Fama esta que, diga-se de passagem, não pode ser justificada pelos últimos resultados da seleção, eliminada da última Copa Africana de Nações nas quartas-de-final por Angola e com resultados questionáveis em amistosos, como a derrota para a Coréia do Sul. Mas a excelente campanha nas eliminatórias e a recente troca no comando técnico podem render bons frutos aos marfinenses, já que o sueco Sven Goran Eriksson entende bem do assunto. Numa chave complicada como esta, não dá pra dizer se a Costa do Marfim chegará ou não à segunda fase, mas é possível garantir dois grandes jogos diante de brasileiros e portugueses.

Quarta colocada no mundial da Alemanha em 2006, a seleção portuguesa vem com moral para o mundial da África, apesar da campanha complicada nas eliminatórias. Com o craque Cristiano Ronaldo e o brasileiro Liedson fazendo gols, os portugueses podem complicar a vida de brasileiros e marfinenses na primeira fase. Podem, inclusive, sonhar com uma vaga nas quartas-de-final, pois ainda que cruzem com a favoritíssima Espanha, com certeza farão jogo duro e não serão eliminados tão facilmente. Por mais cruel que possa parecer ter uma chave com três grandes seleções como é o caso deste grupo G, é sempre bom iniciar o mundial com grandes jogos. E este grupo é a garantia de grandes duelos já nos primeiros dias de competição.

GRUPO H (Espanha, Suíça, Honduras e Chile)

Considerada a melhor seleção do mundo no momento e grande favorita ao título, a Espanha deve passar com facilidade pela primeira fase da Copa. Suíça e Chile devem brigar pela segunda vaga e Honduras pode, no máximo, atrapalhar a vida de alguma destas seleções. O problema maior para os classificados será o cruzamento nas oitavas-de-final, já que da chave G certamente virão dois adversários complicados e com moral elevada por conseguir a vaga numa chave forte.

Xavi, Iniesta, Fábregas, Fernando Torres, David Villa, David Silva, Casillas, Puyol, Piqué… Como podemos notar, bons jogadores não faltam nesta que é a melhor geração espanhola de todos os tempos. Como se não bastasse, esta também foi a geração responsável por acabar com a fama de “amarelona” que a fúria tinha, ao conquistar a última Eurocopa com autoridade, passando por Itália e Alemanha no caminho. Com seus grandes craques vivendo um bom momento, somente as contusões podem atrapalhar a vida da fúria em 2010. Ou talvez a falta de tradição em Copas pese num momento decisivo. Mas diferentemente dos últimos mundiais, é bom não desmerecer a Espanha desta vez. O primeiro título mundial nunca esteve tão perto.

Eliminada em 2006 sem levar nenhum gol, a Suíça chega à África do Sul com esperanças de pelo menos repetir a última campanha e chegar às oitavas-de-final. Para isso, contam com o bom futebol de Barnetta, que atua no futebol alemão, e a firmeza de Senderos, pilar da boa defesa, além da organização tática que garantiu a vaga sem sustos num grupo que tinha Israel e Grécia. Deve brigar palmo a palmo com os chilenos pela segunda vaga.

Estar na Copa do Mundo já é um grande prêmio para a seleção do artilheiro Suazo, do Genoa. Ainda assim, a seleção hondurenha pode atrapalhar a vida de chilenos e suíços na busca pela classificação. Conseguir um empate já seria algo histórico para a seleção de Honduras.

E finalmente, a seleção chilena dirigida por “El Loco Bielsa” pode sonhar com a segunda fase, pois conta com jogadores muito talentosos, como Matías Fernandez, Alexis Sanchez e “El mago” Valdívia. Além disso, Suazo é um artilheiro perigoso e Bielsa não costuma ter medo de ir para o ataque, o que pode ser fundamental para garantir presença nas oitavas-de-final. O jogo chave para os chilenos, como já dito, é o duelo contra os suíços.

E assim chegamos ao final da análise dos grupos da Copa. A partir do próximo dia 11, vocês poderão entrar aqui e jogar na minha cara o quanto eu errei ;), mas afinal de contas, pra que serve a Copa do Mundo senão para termos surpresas e gerar deliciosas discussões entre amigos?

Que seja mais um grande mundial. Aproveitem, pois só acontece de quatro em quatro anos.

Com as cervejas no freezer e os salgadinhos já comprados, me despeço desejando uma boa Copa para todos!

Um grande abraço.

Texto publicado em 08 de Junho de 2010 por Roberto Siqueira

Anúncios

3 Respostas to “COPA DO MUNDO 2010 – GRUPOS G E H”

  1. Anônimo Says:

    muido gundado com a aleminlha . brasil a qui voce pede.
    a qui aleminlha galhan .2014 …

    • Roberto Siqueira Says:

      Olá,
      Acho que consegui interpretar sua mensagem subliminar. E também acho a Alemanha favorita em 2014.
      Abraço.

  2. ioiioo Says:

    yyyuu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: