Roma

RomaEu já tinha conhecido alguns dos principais cartões postais italianos quando finalmente cheguei a Roma. Não que eu não tenha boca, mas o fato é que eu e a Dri decidimos começar nosso tour pela linda Itália lá do norte, passando por Milão, Veneza, Florença e toda sua bela região até finalmente chegar à – desculpe o velho clichê – “Cidade Eterna”.

Velho, aliás, é algo bastante relativo num lugar onde podemos almoçar num restaurante moderno e, alguns metros depois, dar de cara com um monumento com mais de dois mil anos de história. Esta é a beleza de Roma, esta é a magia de uma cidade que encanta pela mistura entre o novo e o antigo, o futuro e o passado, a modernidade e a história. Caminhar pelas ruas de Roma é fazer uma constante viagem pelo tempo, numa velocidade que deixaria qualquer Deloren babando de inveja.

Depois de deixar nossa bagagem no estilizado e moderníssimo hotel “Venetia Palace”, localizado a alguns metros da impressionante estação central Termini, começamos nossa viagem pelo maior cartão postal da Itália (e quem sabe, um dos mais famosos do mundo): o Coliseu. No caminho, um casal de brasileiros que já tinha nos ajudado em Florença surgiu novamente e, desta enorme coincidência, nasceu uma duradoura amizade com nossos queridos Marcel e Yara. Juntos, nós quatro nos divertimos muito naqueles dias inesquecíveis na capital italiana.

Venetia Palace HotelRoma TerminiMaior cartão postal da ItáliaEu tinha um pé atrás com o Coliseu, talvez pela lembrança da primeira vez que vi o estádio do Morumbi, tão imponente na televisão que fez seu tamanho real parecer pequeno para uma criança de 11 anos de idade. Assim, quando pensava no Coliseu, eu até esperava uma construção respeitável, mas não tanto. Por isso, quando avistamos aquele verdadeiro gigante, mal pude acreditar no que meus olhos viam. Certamente, é um dos lugares que mais me impressionaram até hoje tamanha a sua imponência física. Passear pelo Coliseu traz um misto de admiração e angústia ao pensar nas barbaridades que eram cometidas ali, mas vale cada minuto.

Verdadeiro giganteImponência físicaMisto de admiração e angústiaSaindo do Coliseu, nos dirigimos à Piazza di Spagna, com suas fontes deliciosas aos pés da florida escadaria que está sempre lotada de turistas. Pertinho dali, o tradicional Caffè Greco, que na época cobrava 1,30 euros para tomar um café no balcão e (pasmem!) 7,00 euros para tomar sentado nas mesinhas. Caminhamos mais um pouco até chegarmos ao lugar mais encantador da cidade. Com suas águas barulhentas, as centenas de turistas que se aglomeram em volta dela para jogar moedinhas e a iluminação belíssima que surge ao cair da noite, a Fontana di Trevi é um marco em qualquer viagem para a Itália. Mais alguns metros pelas ruas apertadas e charmosas de Roma e nos deparamos com o Pantheon, outra construção maravilhosa que nos faz imaginar como os romanos eram capazes de construir algo tão imponente numa época em que as máquinas sequer existiam.

Piazza di SpagnaTradicional Caffè GrecoFontana di Trevi

A arquitetura de Roma, aliás, é algo fascinante, com suas construções grandiosas se destacando em meio às ruas agitadas e coloridas. Logo na chegada a cidade, é possível admirar o que sobrou dos aquedutos que levavam água para toda a região. Ao lado do Coliseu, o Foro Romano é outro exemplo do quanto Roma pode nos transportar para o passado, com as ruínas da antiga cidade revelando toda a genialidade daquele povo que dominou o velho continente há séculos atrás.

PantheonForo RomanoRuínas da antiga cidadeNo Vaticano, a Basílica de São Pedro impressiona desde a nossa chegada, tornando-se ainda mais marcante conforme caminhamos por ela – e evocando sentimentos mistos diante de tamanha beleza e ostentação. Logo de cara, a incrível escultura “La Pietà”, do mestre Michelangelo, repleta de detalhes impressionantes e de grande simbolismo para os religiosos. Além dela, vale visitar também o túmulo de São Pedro, a famosa Capela Sistina (que não pode ser fotografada nem filmada) e, ainda que exija grande esforço do visitante com suas centenas de degraus, o alto da Basílica tem uma vista que vale a caminhada. De quebra, na saída ainda temos o Castelo de Sant’Angelo, que, entre tantas coisas, servia para abrigar os papas em tempos de guerra.

Basílica de São PedroLa PietàCastelo de Sant'AngeloCaminhar a noite era ainda mais delicioso por causa da companhia que tínhamos. Com suas piadas engraçadíssimas, o Marcel tornava o passeio ainda mais memorável enquanto delirava sobre os Etruscos e a importância da Caterpillar naquela época (uma brincadeira que até hoje nos diverte quando assistimos aos vídeos da viagem). A bella notte italiana se torna ainda mais memorável em lugares especiais como a encantadora Via Veneto e o delicioso bairro Trastevere, repleto de bares e restaurantes aconchegantes para passar o resto da noite.

Encantadora Via VenetoTrastevereBella notte italianaComer em Roma é algo sempre prazeroso e que normalmente não custa muito caro. Não era de se esperar outra coisa do país famoso pela pasta, mas o capricho da cozinha romana é especial, competindo lado a lado com os excelentes restaurantes da Toscana. Não consigo me esquecer do sabor dos mais diversos molhos que acompanhavam espaguetes, nhoques e tantas outras massas deliciosas. Até mesmo a pizza, ainda que não seja tão recheada como a nossa pizza paulistana, conseguiu me agradar.

Além do sabor único, o charme está também no ambiente, com toda aquela atmosfera italiana que não conseguimos captar em nenhum outro lugar do planeta. Por tudo isso, nós até relevamos certos detalhes, como as ruas claramente menos cuidadas que em outras cidades europeias, a movimentação caótica de pessoas pelas ruas, os gestos e gritos efusivos dos italianos e até mesmo a grosseria de alguns deles. Com exceção dos portugueses, nenhum outro povo europeu tem tanta semelhança com nós brasileiros, para o bem e para o mal.

Romântica como indica o nome, doce como na mais italiana das expressões e passional como muitos dos habitantes locais, Roma é um destes lugares onde a vida realmente é bela e vale a pena ser vivida em toda sua plenitude, onde as pessoas sabem da importância de cada momento, de cada beijo e abraço, de cada sorriso e de cada boa refeição regada a um bom vinho ao lado de pessoas especiais. Ainda bem que esta é a cidade eterna, pois as futuras gerações merecem ter o direito de conhecer este lugar apaixonante e inesquecível.

Roma foto 2Texto publicado em 20 de Março de 2013 por Roberto Siqueira

Anúncios

2 Respostas to “Roma”

  1. Yara Says:

    Amei!!! Realmente a Itália é muito boa, ainda preciso terminar de conhecê-la. Sem dúvida que partilhar os momentos com vcs tornaram a experiência ainda melhor!!
    OBRIGADA!!!
    bjss e saudades

    • Roberto Siqueira Says:

      Nós que agradecemos Yara!
      Vocês são demais! Uma viagem inesquecível.
      Beijos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: