Novos caminhos

Boa noite amigos leitores,

Estamos chegando ao fim da corrida eleitoral e meu sentimento é apenas de cansaço.

Ao longo dos últimos meses (quem sabe anos?) eu tentei defender minhas posições com base em argumentos, dados oficiais, matérias de jornais nacionais e estrangeiros, estatísticas, experiências nacionais e de outros países, informações históricas, dicas de livros, filmes, documentários e músicas. Ganhei até o apelido de Linkman por isso.

Busquei o diálogo não apenas com os que concordam comigo, mas especialmente com quem discorda. Vi pessoas que sempre foram críticas ao PT passarem por cima da rejeição em nome da democracia. Perdi amizades por conta de valores inegociáveis pra mim como o respeito e amor ao próximo, mas vi outros tantos amigos se agigantarem em meu coração em sua luta diária por uma sociedade democrática e que prefira o amor ao ódio e os livros as armas.

Dei a cara a tapa, especialmente no segundo turno em que me vi obrigado a defender um projeto que teve diversos problemas e também várias virtudes, mas que não era meu favorito no 1o turno.

Agora só nos resta aguardar. Se Haddad vencer, vou gritar, chorar, sorrir e comemorar, para já na segunda feira começar a cobrar do PT à autocrítica que até agora somente ele próprio Haddad fez, ao lado de defensores da democracia como Mano Brown e Cid Gomes.

Se o outro ganhar, irei parabenizar e desejar sorte ao lado vencedor e me recolher em meu lamento e tristeza pelo Brasil abraçar o discurso autoritário e de ódio. Mas também já na segunda feira irei levantar a voz de oposição e honrar o sangue nordestino misturado ao sangue negro e índio que corre em minhas veias, em defesa dos meus amigos gays, das mulheres que cercam minha vida, da luta que travo há anos pela diminuição da desigualdade e pela igualdade de oportunidades, por mais Estado e não menos, provendo saúde, educação, segurança, transporte, infraestrutura, energia e tudo mais que é estratégico ao país.

Seguirei defendendo o progresso, a educação sexual nas escolas, o Estado Laico e a liberdade religiosa, as escolhas individuais, as diferentes orientações sexuais, a descriminalização do aborto e da maconha, a desmilitarização da polícia e o melhor treinamento e remuneração para esta profissão tão difícil, o direito de ser ativista e de protestar, o diteiro de discordar e fazer oposição, a luta por moradia, por saneamento e acesso a água, o fim da guerra falida ao tráfico e o início de ações planejadas e inteligentes contra o crime, a defesa dos direitos humanos, o respeito ao imigrante e a defesa da miscigenação, os incentivos a cultura e a arte, o investimento nos esportes, entre tantas outras bandeiras.

Enfim, seguirei lutando por uma sociedade mais justa e próxima do que temos de melhor no mundo hoje.

Agradeço aos que trocaram ideia e me ajudaram a evoluir mais um pouco nesta etapa da vida.

E mesmo distante, sei que muitos dos meus amigos que despertaram agora ou bem antes para a importância da política em nossas vidas serão os primeiros a levantar a voz ao menor sinal de que o autoritarismo prometido irá mesmo se concretizar. E estarei a distância torcendo e lutando como for possível para que possamos impedir a barbárie de se consolidar no nosso amado país.

Bom voto amanhã para todos e aos indecisos envio abaixo algumas dicas de filmes que podem ajudar na decisão entre hoje e o momento em que você estará sozinho, de frente pra urna, sem os amigos, o chefe ou qualquer pessoa para lhe recriminar por sua escolha.

Lembre-se sempre. Muitas pessoas foram torturadas e outras morreram para que você tivesse esse direito. E mais do que nunca, amanhã o seu voto vale o sangue de muitos.

Grande abraço.

Roberto Siqueira

Dicas de filme:

Batismo de Sangue
O ano em que meus pais saíram de férias
Condor
A lista de Schindler
A vida é bela
O pianista
O menino do pijama listrado
O dia que durou 21 anos
A onda
Lamarca 
Cabra-cega
O grande ditador
Ele está de volta
Manhã cinzenta
Pra frente, Brasil!
Cabra marcado para morrer

Texto publicado em 27 de Outubro de 2018 por Roberto Siqueira

Anúncios

Uma resposta to “Novos caminhos”

  1. Damião Haddad (@reidamiao) Says:

    Parabéns pelas palavras. Precisaremos cada vez mais de pessoas que estejam comprometidas com valores humanitários e com uma sociedade mais justa. Que os filmes que você indicou sirvam de reflexão para pensarmos um mundo melhor.
    Abraços!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: