Barcelona

Desde pequeno, meu grande sonho era conhecer a Europa. Cresci acompanhando os campeonatos europeus de futebol e me familiarizei com aquelas cidades. Além disso, acompanhei de perto as copas de 1990 (na Itália), 1998 (na França) e 2006 (na Alemanha), o que só aumentou minha vontade de conhecer alguns lugares, mostrados em reportagens especiais. Isto sem contar os filmes que mostravam a beleza de cidades como Paris, Roma, Londres, entre outras. E Deus permitiu que eu realizasse este sonho justamente ao lado do amor da minha vida e em minha lua de mel. Você pode imaginar a euforia que eu sentia ao entrar naquele avião da Ibéria, um dia depois de me casar e de viver emoções tão fortes. Por isso, o dia em que pisei pela primeira vez em território europeu é um dos mais marcantes da minha vida (o nascimento do Arthur não entra em comparações, pois é inigualável!). E lembro muito bem de cada detalhe daquele momento. Apesar de também ter me apaixonado por Madri, Paris e Amsterdã (as outras cidades que visitamos na lua de mel), coube a Barcelona a “honra” de ser a primeira cidade européia que eu conheci na vida.

Antes de chegarmos à Barcelona, no entanto, passamos pelo enorme aeroporto de Madri. E mesmo que seja apenas um aeroporto, aquele local me deixou boas lembranças, com exceção da tensão ao passar pela imigração (na época, os espanhóis estavam deportando muitos brasileiros). Mas levamos toda documentação necessária para provar que éramos turistas e foi tudo bem. Corremos para alcançar a conexão e chegamos à Barcelona pouco tempo depois. Já era noite, mas encontramos o hotel com facilidade, já que a estrutura da cidade é excelente e o metrô te deixa quase na porta do hotel. Para o nosso azar (ou sorte), o hotel tinha problemas com o sistema de ar condicionado, e eles gentilmente nos realocaram em outro hotel, o Park hotel, ao lado do Parc del Ciudadella e há poucos metros de onde ficaríamos inicialmente. Chegando lá, informamos que estávamos em lua de mel e fomos presenteados com uma suíte na cobertura. Saímos um pouco para caminhar pela noite e jantar num barzinho delicioso, onde comemos nossa primeira “paella” em terras espanholas. Minha primeira caminhada em Barcelona foi marcada por olhares atentos em cada detalhe, num passeio pelo bairro gótico que me levou às agitadas Ramblas.

No dia seguinte, a Dri estava com dores nas pernas pela longa viagem e preferiu dormir um pouco mais. Eu saí logo cedo para uma caminhada que marcaria minha vida. Naquela manhã, eu senti a atmosfera daquela cidade alegre e diferente, que mistura a arquitetura genial de Gaudí a um estilo de vida mais light, costumeiro das cidades litorâneas. A ficha caiu. Depois de vagar pelo porto velho, voltei correndo ao hotel e, já com a Dri, comecei a desfrutar cada detalhe desta cidade linda.

Começamos pela impressionante catedral gótica La Sagrada Família, há muito tempo em construção, passamos pelo porto velho e seu bairro charmoso, andamos pela praia e aproveitamos os pequenos mercados com seus queijos e o “jamón”. Em outro dia, visitamos o diferente Parc Güell, com seus mosaicos criativos e a casa de Gaudí, e terminamos no Parc del Ciudadella, um lugar delicioso para passar a tarde, com suas árvores e lagos.

Não dá pra falar sobre Barcelona e esquecer o futebol. Por isso, aproveitei para realizar outro antigo sonho e comprei ingressos para um jogo da Champions League entre Barcelona e Olympique Lyon, que aconteceria numa terça à noite. E a Dri, mesmo sem gostar de futebol, adorou a experiência. Visitamos o estádio do Barça, o museu, as lojas e saímos com os ingressos na mão. Na hora do jogo, me surpreendi com a diferença gritante entre os jogos europeus e os brasileiros. Organização, lugares marcados e nada de filas gigantescas. Tudo em perfeita ordem e sempre com muito respeito ao torcedor. E o mais importante, lógico, é que vi um grande jogo, com Ronaldinho Gaúcho (na época em boa fase), Messi e Henry em campo, além de Juninho Pernambucano pelo Lyon, entre outros.

Na hora de comer e beber, Barcelona também tem seus encantos. Além da famosa “paella”, temos diversas opções nos inúmeros restaurantes espalhados pela cidade, além de ótimos bares para tomar aquela cervejinha e desfrutar a noite. Noite, aliás, que não termina, varando a madrugada com baladas agitadíssimas. E quando o dia amanhece ainda podemos caminhar novamente pelo porto velho, desfrutando a linda paisagem e o belo mar Mediterrâneo. E se estiver cansado, não tem problema. O transporte público é eficiente e te levará aonde desejar de ônibus ou metrô, sempre com preços acessíveis. Além disso, só em Barcelona eu vi uma escada rolante no meio da rua, para nos ajudar a enfrentar uma enorme subida – e me chamou a atenção a limpeza do local e o excelente estado da escada. Seja sincero: é diferente ou não é?

Para curtir Barcelona, vale à pena sair sem rumo, caminhando e descobrindo cada cantinho da cidade. A magia está no ar, na arquitetura diferenciada da cidade e na alegria contagiante das pessoas. Neste lugar, a euforia é quase inevitável. Por tudo isto, esta é uma das cidades que nos faz pensar muitas vezes em viver fora do Brasil e está entre as que mais deixaram saudades. Não é a toa que Romário, Ronaldo, Rivaldo e Ronaldinho Gaúcho brilharam em solo catalão. O talento foi o principal fator, é verdade, mas a atmosfera local ajuda, e muito!

Por isso, sem nem perceber, estávamos lá, no meio da multidão, gritando não apenas pelo time, mas pela paixão que passamos a sentir por esta cidade. Assim com o time, a cidade de Barcelona é apaixonante.

Barça! Barça! Baaaaarrrrçaa!

Eu e a Dri filmando o jogo do Barcelona – vídeo em baixa resolução, porque o original é muito grande.

PS: Para quem quiser acompanhar, o trecho do hino do Barça cantado no estádio em catalão:

Tot el camp, és un clam

som la gent blaugrana,

Tant se val d’on venim

si del sud o del nord

ara estem d’acord, ara estem d’acord,

una bandera ens agermana.

Blaugrana al vent, un crit valent

tenim un nom, el sap tothom:

Barça , Barça, Baaarça!

Texto publicado em 17 de Agosto de 2011 por Roberto Siqueira

Anúncios

2 Respostas to “Barcelona”

  1. Anônimo Says:

    Amor que saudade. Foi tudo muito lindo e maravilhoso, vamos voltar se Deus quiser e dessa vez com nosso pequeno.
    Te amooooo.

    • Roberto Siqueira Says:

      Se Deus quiser amor!
      Lembro de cada detalhe daqueles dias inesquecíveis.
      Beijo, te amo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: