Pitacos da Copa das Confederações 2013 – Parte 1

Em meio às belíssimas manifestações de nossa gente, encontro um espaço para comentar rapidamente a Copa das Confederações, limitando-me ao que aconteceu dentro de campo – e que foi muito bom.

A julgar pelo futebol mostrado na primeira rodada, podemos esperar um torneio de bom nível técnico. Aliás, com o Brasil em recuperação, Itália, França e Inglaterra formando equipes competitivas, Argentina e Holanda atuando em bom nível e Espanha e Alemanha dando show, a Copa de 2014 (se vier mesmo a existir) tem tudo para apresentar um excelente nível técnico.

Gostei da atuação da seleção brasileira, por mais que ajustes ainda precisem ser feitos e que o Japão tenha jogado mal. Não concordo que o Japão, com tantos jogadores atuando na Europa, seja uma equipe fraca. Acho que o Brasil tornou o jogo mais fácil graças ao bom futebol.

Agora, daí a dizer que teremos vida tranquila na competição existe uma grande distância. Até acho que o México não oferecerá resistência, mas o jogo contra a Itália promete. E promete porque a Azzurra mostrou um futebol agradável, mais ofensivo, com a genialidade de Pirlo no meio e a agressividade de Balotelli na frente. Será um duelo interessante.

Foi muito legal também ver os brasileiros curtirem o futebol destes craques, gritando o nome de Pirlo no Maracanã (que momento!) e apoiando a squadra azzurra. Assim como foi lindo ver a Arena Pernambuco render-se ao espetacular futebol da fúria espanhola após iniciar o jogo torcendo contra. É um privilégio poder ver esta brilhante geração da Espanha em campo e o povo brasileiro, que adora futebol tanto quanto os europeus, sabe bem disto.

Divertido também foi ver a torcida pelo Taiti, ainda que o futebol da equipe esteja muito longe do esperado numa competição deste nível. A expectativa agora fica para o jogo Brasil x Itália e para um provável confronto entre a nossa seleção e a máquina espanhola. Seria um deleite para os amantes do futebol e um grande teste para nossa seleção.

É uma pena, portanto, que estas competições tão legais sejam manchadas pelos problemas extracampo, causados pela ganância de nossos líderes e do pessoal da FIFA. Dentro das quatro linhas, o futebol vive um momento muito especial, com uma geração de grandes jogadores espalhados pelo planeta loucos para atuar em nossos gramados neste ano e no ano que vem.

Logomarca da Copa das Confederações 2013Texto publicado em 19 de Junho de 2013 por Roberto Siqueira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: