Minha seleção da Copa do Mundo 2014

Fazer listas é algo simultaneamente divertido e complicado. Nós cinéfilos sabemos disto mais do que ninguém. E se o cinema é mestre em levantar debates fervorosos a cada lista que é divulgada, o futebol não fica atrás, especialmente nas eleições feitas pela FIFA, como na vitória de Messi como Bola de Ouro desta Copa, questionada até mesmo pelo próprio jogador, que nitidamente se sentiu incomodado ao subir no palco para receber o prêmio.

Messi Bola de Ouro

Além disso, a FIFA divulgou também a sua própria seleção da Copa, causando mais polêmica ao incluir nomes como os de Oscar e Thiago Silva em sua seleção. Mas deixemos de lado a FIFA e vamos direto ao assunto. Assim como diversos jornalistas especialistas no tema, resolvi criar também a minha própria seleção da Copa, incluindo uma rápida explicação sobre a razão de cada escolha.

Vamos à lista:

NeuerManuel NEUER

O goleirasso alemão comprovou que é o melhor do mundo demonstrando enorme segurança e imponência nos momentos em que foi exigido, funcionando ainda como parte essencial do ousado esquema tático ao atuar como líbero em diversos instantes da Copa, especialmente na partida contra a Argélia.

LahmPhilipp LAHM

O excepcional lateral-direito do Bayern atuou no meio de campo no início da Copa (como, aliás, faz no próprio Bayern muitas vezes), mas foi deslocado para sua posição de origem na partida contra a França, nas quartas de final, estabilizando a equipe e melhorando consideravelmente o desempenho de sua seleção. Confirmou que é o melhor do mundo na posição, atuando bem tanto ofensivamente quanto defensivamente.

BoatengJérôme BOATENG

Roubou o lugar do holandês Vlaar com sua atuação estupenda na final da Copa, quando interrompeu diversos contra-ataques perigosos da Argentina. Não cometeu um erro sequer na final, o que somado a sua regularidade em toda a competição lhe valeu um lugar em minha seleção.

HummelsMats HUMMELS

Zagueiro ainda mais técnico (como prova sua arrancada no quinto gol contra o Brasil), Hummels comprovou toda sua qualidade nesta Copa, brilhando em diversos momentos e formando ao lado de Boateng a zaga mais competente do mundial, especialmente por jogarem muito adiantados e correndo riscos, o que não ocorreu, por exemplo, com os ótimos Vlaar e Garay, que jogaram protegidos por sistemas bem mais defensivos. Marcou ainda dois gols importantes.

BlindDaley BLIND

O passe espetacular para o golaço de Van Persie contra a Espanha deu o cartão de visitas deste ótimo lateral do Ajax, que teve um desempenho muito regular em toda a competição combatendo na defesa e avançando muito ao ataque, fechando ainda sua participação marcando um belo gol contra o Brasil na disputa do terceiro lugar.

MascheranoJavier MASCHERANO

Jogador mais regular da Argentina na Copa, foi o principal responsável pelo bom funcionamento do excelente sistema defensivo que, ironicamente, fez sua seleção contrariar tudo que se dizia sobre ela antes da Copa. Assim, o elogiado ataque acabou fazendo apenas 2 gols na fase final, ao passo em que a defesa só foi levar seu primeiro gol na fase eliminatória já no segundo tempo da prorrogação na final. Destaque ainda para seu carrinho que valeu um gol, evitando o chute letal de Robben que eliminaria a Argentina na semifinal.

SchweinsteigerBastian SCHWEINSTEIGER

O melhor volante do mundo não estava em minha seleção até a partida final, quando sua atuação cheia de garra o colocou entre os 11 melhores. Um líder natural dentro de campo pela força e capacidade técnica, iniciou o mundial na reserva, prejudicado por uma contusão que lhe tirou a forma física ideal. No entanto, mesmo longe da melhor condição ele ofereceu boas atuações e fez uma final impecável, especialmente pelo espírito de luta, simbolizado perfeitamente por sua saída de campo ensanguentado após agressão covarde de Agüero – e que mesmo assim não foi suficiente para tirá-lo da partida.

James RodriguezJames RODRÍGUEZ

O artilheiro da Copa surpreendeu muita gente com seu futebol refinado e decisivo, encantando a todos com lances geniais como o gol mais bonito da competição, o primeiro marcado contra o Uruguai. Criativo, talentoso e carismático, o jovem colombiano tem tudo para brilhar ainda mais nos próximos anos, mas já se firmou como um dos melhores deste mundial.

MessiLionel MESSI

Sim, eu sei, de Messi nós sempre esperamos o algo mais, a nota 10. Mas Messi foi no mínimo nota 7 nesta Copa, sendo responsável por levar a Argentina até as quartas de final e criando ainda jogadas geniais que só não eternizaram ainda mais o seu nome pela incompetente conclusão de Palacio contra a Holanda e pela cobertura firme de Boateng na final. Quando ela finalmente caiu em seus pés, o craque falhou ao tirar demais do gigante Neuer, mas isto não tira seus méritos e nem diminui sua genialidade. Não entraria em minha seleção não fosse à atuação desastrada de Kroos na final, mas ainda assim continuo considerando-o o melhor jogador do planeta.

RobbenArjen ROBBEN

Melhor jogador da Copa, Robben infernizou defesas com sua velocidade espantosa e sua habilidade invejável, sendo decisivo em diversos momentos e tendo boa atuação mesmo quando não levou a Holanda adiante, como contra a Argentina. Sua atuação contra a Espanha foi uma das mais marcantes de um jogador nas últimas Copas, ainda que outras tenham sido ainda mais espetaculares, como a de Zidane contra o Brasil em 2006. Merecia o prêmio Bola de Ouro.

Thomas MüllerThomas MÜLLER

Jogador extremamente técnico e com uma inteligência tática notável, foi também o homem decisivo em momentos importantes, como ao abrir o placar na espantosa goleada contra o Brasil. Versátil, atuou como “falso nove”, como homem aberto pelos lados do campo e também compõe o meio de campo se necessário. Ainda aos 24 anos, já chegou aos 10 gols em Copas e tem grande chance de alcançar o compatriota Klose, que neste mundial isolou-se como o maior artilheiro da história das Copas com 16 gols.

Mario GötzeMenção especial: Mario GÖTZE

O menino prodígio do Borussia Dortmund que causou grande polêmica ao transferir-se para o Bayern de Munique colocou seu nome na história eternamente com o golaço que marcou no segundo tempo da prorrogação na final, demonstrando grande capacidade técnica, frieza e poder de decisão. Um dos maiores símbolos da revolução realizada no futebol alemão nos últimos anos, saiu das categorias de base para brilhar e tem tudo para firmar-se como um dos grandes do planeta bola nos próximos anos.

E você? Qual a sua seleção da Copa do Mundo 2014?

Fique a vontade para debater.

Um grande abraço e boa depressão pós-Copa pra você também! 😉

Texto publicado em 26 de Julho de 2014 por Roberto Siqueira

Anúncios

3 Respostas to “Minha seleção da Copa do Mundo 2014”

  1. valvieirarj Says:

    Muito bom!

    http://www.valdeirvieira.com/singular-meier/

  2. Ricardo Tenório Rodrigues Says:

    Putz! Roberto não colocasse nenhum jogador brasileiro em sua relação? cadê o Neymar?

  3. Mateus Aquino Says:

    Esqueceu do Fred? kkk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: