Copa 2014 – Comentários parte 2

Gostei da brincadeira e resolvi comentar também os jogos do final da primeira rodada e de toda a segunda rodada. Não prometo comentar a Copa inteira, mas quem sabe a empolgação dura até lá.

Vamos aos jogos:

ALEMANHA 4 X 0 PORTUGAL

A primeira impressão assustou os adversários e agradou muito aos fãs do futebol bem jogado. Mesmo com a expulsão de Pepe e o pênalti duvidoso, não se pode questionar a vitória convincente do melhor time da Copa. Seleção preparada cuidadosamente nos últimos anos, chega com uma geração jovem e já experiente. Não fossem as contusões de Gündogan, Badstuber, Schmelzer, Bender e principalmente Marco Reus (eleito o melhor jogador da Bundesliga nesta temporada), a seleção germânica seria ainda mais favorita. Mas a atuação quase perfeita diante de uma desfigurada seleção portuguesa serviu de aviso. O próximo teste poderá confirmar a Alemanha como a seleção a ser batida em 2014.

NIGÉRIA 0 X 0 IRÃ

Pior jogo da Copa até então. Messi sorri diante da possibilidade de tornar-se o artilheiro da Copa nas próximas rodadas. Mais nada a comentar.

ESTADOS UNIDOS 2 X 1 GANA

Jogo movimentado e com outro final eletrizante, provou a evolução do futebol norte-americano, ainda que a vitória do time de Klinsmann tenha sido injusta diante do bom futebol de Gana no segundo tempo. Também foi muito legal ver os norte-americanos lotando o estádio e as ruas do país para curtir a Copa. O soccer venceu.

BÉLGICA 2 X 1 ARGÉLIA

Nitidamente sentido a pressão da estreia e do favoritismo, o jovem e talentoso time belga só se soltou mesmo após o gol de empate, marcado por Fellaini, que deveria ser titular. Mertens, que também deveria ser titular, marcou o gol da virada num ótimo contra-ataque iniciado por De Bruyne e puxado pelo craque Hazard. Passada a pressão da estreia, a Bélgica pode se soltar e confirmar que tem uma grande geração.

BRASIL 0 X 0 MÉXICO

Se a pressão da estreia por abrir a Copa jogando em casa aliviou a análise do primeiro jogo, agora as desculpas acabaram. Mesmo criando algumas chances claras e obrigando Ochoa a entrar pra história numa defesa monumental, o Brasil claramente sente o momento ruim de jogadores fundamentais como Paulinho e Daniel Alves. Pra piorar, Fred tem participação pífia até agora e Neymar, mesmo jogando bem, pouco pode fazer. Venceremos a fraca seleção de Camarões, mas o jogo das oitavas já ganha contornos dramáticos diante da falta de evolução da seleção brasileira.

RÚSSIA 1 X 1 CORÉIA DO SUL

Faltava somente uma coisa nesta Copa: o frango. E ele veio justamente na meta de um país famoso pelo histórico de goleiros consagrados. Mas o peru histórico de Akinfeev não abalou o time russo que, após criar boas chances, chegou ao empate. Um jogo movimentado e interessante, nada mais.

HOLANDA 3 X 2 AUSTRÁLIA

Em outro grande jogo, a Holanda provou que não é o super time do segundo tempo contra a Espanha, mas também não é tão irregular como foi contra a Austrália. Acredito que a média entre as duas atuações indica o real poderio do time holandês. E isto é suficiente para colocá-los entre os favoritos.

ESPANHA 0 X 2 CHILE

Destruída moralmente após a goleada contra a Holanda, a Espanha entrou praticamente derrotada e se tornou presa fácil para a melhor geração chilena da história. No entanto, o cruzamento nas oitavas de final pode indicar o fim da linha para a boa seleção do Chile, num provável confronto com seu algoz histórico, o Brasil.

CROÁCIA 4 X 0 CAMARÕES

A fragilidade da seleção camaronesa ficou ainda mais escancarada diante do ótimo time croata que, mesmo no calor de Manaus, não teve grandes dificuldades para aplicar a goleada. A Croácia é favorita diante do México.

COLÔMBIA 2 X 1 COSTA DO MARFIM

A empolgação da torcida colombiana é contagiante e esta energia passou pra dentro de campo, dando ainda mais força ao bom time comandado por James Rodriguez. A Costa do Marfim também mostrou suas armas num bom jogo entre os dois prováveis classificados do grupo.

URUGUAI 2 X 1 INGLATERRA

O melhor jogo da Copa até então teve ares épicos e requintes de crueldade. Estupenda atuação de Luis Suárez e um festival de jogadas interessantes. A intensidade da partida também indica que o clima influencia muito no desempenho dos jogadores, já que o frio de São Paulo parece ter dado um gás a mais para os jogadores. É triste ver uma geração talentosa como esta inglesa sucumbir jogando um bom futebol. Espero que eles não retrocedam ao futebol de chuveirinho e continuem priorizando jogadores talentosos. Já o Uruguai provou que jamais pode ser considerado carta fora do baralho.

GRÉCIA 0 X 0 JAPÃO

Com um jogador a mais praticamente o tempo inteiro, o Japão se consolidou como a grande decepção desta Copa. Com bons jogadores, muitos deles experientes internacionalmente, o time japonês não conseguiu furar o bloqueio do chato time grego e praticamente deu adeus a Copa.

ITÁLIA 0 X 1 COSTA RICA

No primeiro jogo que evidenciou os efeitos do calor, a Itália não encontrou forças para reagir diante de uma Costa Rica bem organizada e muito forte fisicamente. A maior zebra da Copa estava consolidada e dois campeões mundiais serão eliminados ainda na fase de grupos.

SUÍÇA 2 X 5 FRANÇA

O show da rodada confirmou a França como favorita ao título, contrariando todos os prognósticos pré-Copa. Benzema, Valbuena e Giroud formaram um ataque infernal e a qualidade do meio de campo formado por Sissoko, Matuidi e Cabaye, que se torna ainda mais forte com a entrada de Pogba, coloca os Bleus num patamar acima do esperado. Fiquemos de olho nos franceses.

EQUADOR 2 X 1 HONDURAS

Jogo bem movimentado e interessante, confirmou que o Equador deixou a vaga escapar no já histórico lance final da partida contra a Suíça. Uma pena para a fanática torcida que invadiu a capital paranaense.

ARGENTINA 1 X 0 IRÃ

Mais uma vez jogando muito mal, a Argentina encontrou enormes dificuldades para furar o ótimo bloqueio iraniano e, curiosamente, foi o Irã quem criou as melhores chances de gol na partida. Mas o genial Messi decidiu em um lance inspirado já nos acréscimos. E ainda tem gente que acha que ele precisa vencer a Copa para provar algo. Zico nunca ganhou Copa e foi gênio. Dunga ganhou Copa e nunca foi nada mais que um jogador aplicado. Medir a qualidade de um jogador pelos títulos é reduzir o futebol, que é coletivo, ao individualismo. Messi já é um dos maiores da história, com ou sem Copa.

ALEMANHA 2 X 2 GANA

Em outro jogo memorável, Gana provou que tem seleção pra ir longe e a Alemanha provou que pode ser campeã, apesar das invenções de Joachim Löw. Também foi muito legal ver Klose marcar seu 15° gol em Copas no Brasil contra Gana, assim como Ronaldo tinha marcado seu 15° gol na Alemanha contra a mesma Gana. O futebol é mesmo mágico.

NIGÉRIA 1 X 0 BÓSNIA

Claramente prejudicada pela arbitragem, a Bósnia viu terminar cedo sua primeira participação em Copas. No entanto, a Nigéria não deve ir longe. É uma das seleções mais fracas entre as que devem se classificar.

BÉLGICA 1 X 0 RÚSSIA

O jogo começou interessante, mas caiu muito no segundo tempo. Ainda assim, a Bélgica mostrou que tem força no elenco e pode surpreender, apesar de jogar um futebol bem distante daquele que dela se espera. Nos poucos minutos em que participou ativamente do jogo, Hazard foi decisivo. Ele pode fazer mais.

ARGÉLIA 4 X 2 CORÉIA DO SUL

Surpreendentemente um jogo bem divertido e cheio de gols, escancarou os problemas defensivos da Coréia e a qualidade de alguns jogadores da Argélia, que agora se credencia para ficar com a segunda vaga do grupo. Se passar, pode fazer jogo duro com os alemães, prováveis lideres do grupo G e que tradicionalmente tem dificuldades diante de equipes africanas – já perdeu da própria Argélia em 1982.

PORTUGAL 2 X 2 ESTADOS UNIDOS

Com Cristiano Ronaldo claramente demonstrando problemas físicos oriundos da temporada espetacular dele no Real Madrid, a seleção portuguesa jogou pior que o aguerrido time norte-americano que, empurrado pela torcida gigantesca, conseguiu virar o placar e só não se classificou graças ao gol salvador de Valera, em jogada de Cristiano Ronaldo. Portugal respira por aparelhos e só adiou o adeus. A vaga ainda está aberta e Gana pode surpreender roubando a vaga do time do tio Sam.

Finalmente, vale dizer que muitos quebraram a cara quanto a organização do evento, incluindo este que vos escreve. Não é o caso de dizer que somos os pessimistas do comercial da cerveja que não usa cevada e, além disso, não podemos nos esquecer dos custos absurdos dos estádios. Também não me coloco ao lado dos extremistas com interesse político que disseram que os estádios ficariam prontos somente em 2038. Mas o fato é que o clima da Copa está muito agradável e a organização dos jogos, os voos, a logística dos torcedores, etc., estão bem melhores do que o esperado.

Uruguai x InglaterraTexto publicado em 23 de Junho de 2014 por Roberto Siqueira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: